sábado, 3 de abril de 2010

A Páscoa e a infância...

Dia desses ainda estava me perguntando quando foi que eu tinha deixado de acreditar no "Coelhinho da Páscoa"... Não lembro... Tentei llembrar de algum indício, mas tudo que lembro era de procurar no quarto dos meus pais, quando já sabia que eles eram os coelhos, os doces que esperava o ano todo para receber!
Que época mágica!
Hoje consigo sentir de novo a emoção através do meu filho quando me conta que viu as orelhas do coelho passando na janela da escola, ou na manhã de páscoa quando segue as pegadas do coelhinho por toda a casa até achar o ninho...
Hoje, meu filho ainda quer acreditar, mas já começou a se perguntar sobre os furos da história... já chegou em casa dizendo que uma coleguinha era boba porque disse que o coelho não existe e coisas assim... É uma pena... a fantasia é uma das incontáveis coisas que perdemos com o passar do tempo. Talvez, um pouco de fantasia no coração das pessoas tornasse o mundo menos duro... talvez...
Desejo a quem estiver lendo e a todas as pessoas que conheço que a fantasia esteja em seu coração nessa páscoa, seja através de seus olhos ou dos de uma criança e que a renovação que a religião menciona aconteça na vida de todos nós, dando lugar as coisas boas, aquelas que são, de fato, importantes na vida!
Feliz Páscoa!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário